Quem somos | Investigadores | Inês Leitão
Imprimir documento


É investigadora do Az desde Setembro de 2013 e bolseira de doutoramento da Fundação para Ciência e Tecnologia (FCT), na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), desde Setembro de 2017 (SFRH/BD/128849/2017). O  seu projecto de doutoramento é dedicado à questão da produção azulejar contemporânea, circunscrita entre 1950 e 2020, aplicada no espaço público, tendo como orientador o Professor Doutor Vítor Serrão e co-orientadores o Prof. Doutor Pedro Lapa e a Doutora Rosário Salema de Carvalho.

Em 2016 obteve o grau de mestre em Arte, Património e Teoria do Restauro pela FLUL, com a dissertação intitulada A arte pública e a construção do lugar. A presença do azulejo (1970-2013), sob a orientação do Professor Doutor Vítor Serrão e da Prof. Doutora Manuela Carvalho (Centro de Estudo Comparatistas [CEC], FLUL). Na tese procurou questionar e esclarecer de que forma o azulejo, enquanto elemento de arte pública, pode possibilitar a construção do lugar, propondo uma reflexão acerca da azulejaria contemporânea e da arte pública.

É licenciada em História da Arte pela FLUL (2013) e formada em Design Gráfico pela Escola Profissional de Imagem do grupo ETIC - Escola de Tecnologia Inovação e Criação (2009), tendo sido responsável pelo design e comunicação do Az.

Como investigadora integrou alguns projectos do Az, nomeadamente o Az Infinitum - Sistema de Referência e Indexação de Azulejo e Catalogação de padrões da azulejaria portuguesa, tendo ainda integrado a equipa permanente do seminário mensal AzLab - Estudos do Azulejo. Anteriormente, já tinha colaborado com este grupo de investigação desenvolvendo um estágio curricular, no contexto do qual tratou parte da colecção Cortiço & Netos (azulejos de padrão do século XX). Também participou no projecto Off-Off Lisbon: Narrativas Urbanas Alternativas, desenvolvido pelo grupo THELEME - Estudos Interartes e Intermedia (CEC / FLUL). Em suma, tem desenvolvido investigação nas áreas do azulejo contemporâneo e do espaço público, tendo alguns capítulos de livros e artigos publicados.